É difícil pensar em soluções para bancos digitais sem se confrontar com os desafios enfrentados pelo setor. As instituições precisam evitar o risco de se tornarem obsoletas em um cenário de transformações constantes, rápidas e com um ciclo de vida pequeno.

Enquanto isso, novas empresas entram no mercado com soluções impactantes. Elas se movem rápido e fazem parte de um sistema empresarial que favorece a inovação. Por isso, têm facilidade de criar novos modelos de negócio e tecnologias.

Ao mesmo tempo, logo precisarão se reinventar devido a reações do mercado e ao cenário de rápida transformação.

Ainda que seja difícil prever o futuro com exatidão, é fundamental refletir sobre as tendências e soluções disponíveis. Para isso, vamos começar relacionando algumas oportunidades presentes.

As oportunidades do setor

Há um enorme mercado potencial de pessoas que não utilizam os bancos (os desbancarizados). Na sua maioria, elas pertencem à classe C, que tradicionalmente é menos rentável. A tecnologia e a automação de processos podem viabilizar o atendimento desse público. Por isso, uma das grandes oportunidades é desenvolver soluções viáveis para atendê-lo como forma de expandir o mercado.

Além disso, grande parte desse público usa poucos dos serviços bancários. Ele não conhece todos os produtos disponíveis, não sabe como usá-los, tem medo, desconfiança ou simples falta de hábito de uso. A tecnologia pode ajudar a conhecer melhor esse público, entendê-lo, adotar uma abordagem mais eficiente e desenvolver produtos específicos.

Contudo, a oportunidade que parece mais explorada é relativa ao relacionamento com o cliente. Os gerentes são distantes de parte do público por estarem focados nos clientes mais lucrativos. Acabam deixando de lado quem mais precisa deles, os que não conhecem os serviços e não têm muita habilidade para lidar com finanças.

Por último, a tecnologia aumenta a conectividade do cliente com o banco. Alguns recursos ajudam em análises e na identificação de oportunidades de solucionar problemas dos clientes, facilitando suprir essa demanda que, até o momento, não vinha sendo atendida.

Ao mesmo tempo, o consumidor está se envolvendo no processamento direto de suas próprias demandas. Alguns softwares permitem que o cliente resolva sozinho suas necessidades elementares e já fazem isso proporcionando uma experiência de uso muito melhor.

O multicanal dentre as soluções para bancos digitais

Um bom ponto de partida para operar com soluções eficazes é desenvolver estratégias multicanais. Há muito o que acontecer de mudanças nos hábitos dos correntistas, mas a tendência de utilizar vários canais já é facilmente identificável.

Conforme o cliente for se sentindo mais confiante com as novas soluções, é esperado que as adesões cresçam ainda mais.

A expansão do crédito

Ainda que algumas tempestades na economia interfiram temporariamente na expansão do crédito, ela é desejável, inevitável e essencial. Os novos modelos de análise de crédito utilizados por algumas fintechs já apontaram o caminho e, independentemente do foco estratégico de cada banco, é preciso ao menos garantir um processo mais ágil e eficiente.

Soluções tecnológicas para captação de propostas e análises de documentos que otimizem o processo são uma exigência urgente. O que iniciou é um grande diferencial, podendo se tornar um requisito de sobrevivência em pouco tempo, pois as pessoas se habituam e, quando isso ocorre, não aceitam mais se submeter a processos antigos menos eficientes.

Para concluir, as melhores soluções para bancos digitais não necessitam de investimentos que possam ser considerados de porte na área bancária. Prova disso é que algumas fintechs estão conseguindo grandes resultados antes de aportes de investimento mais significativos. O grande negócio parece ser encontrar soluções simples e baratas para problemas complexos e caros.

Gostou do conteúdo? Que tal usá-lo para estimular uma conversa sobre o tema? Compartilhe esta postagem nas redes sociais e troque informações com os seus amigos. A maioria das pessoas se interessa bastante pelo tema.

Cadastre-se

RECEBA AS NOVIDADES SOBRE TECNOLOGIA E MERCADO BANCÁRIO