Nos últimos anos, a Visa anunciou grandes mudanças que irão impactar os processos do Backoffice em 2017.  Os emissores, adquirente e processadores precisarão atualizar seus sistemas de maneira significativa, tendo em vista, a natureza dos impactos sistêmicos e operacionais do VCR ( Visa claims Resolution).

Conheça o cenário atual e como atender a estas demandas neste artigo.

Como é o cenário Atual de Resolução de Disputas?

Atualmente, os processos internos de emissores e processadoras para o tratamento de disputas são complexos e compostos por diversos sistemas legados, de forma descentralizada. Isto exige um número expressivo de pessoas para sua operação, sendo em alguns casos, incapazes de produzir informações precisas, necessárias à gestão e monitoramento de resultados.

Além disto, o processamento de documentação de apoio às disputas muitas vezes é feito de maneira precária e com uso tecnologias já ultrapassadas.

OCR e Inteligencia artificial

Mudanças e inovação no BackOffice de Intercâmbio

Em 2015, a Visa anunciou mudanças no processo de troca de mensagens relacionado a administração de disputas para o mercado mundial. A partir de outubro de 2017, este processo será realizado em sua totalidade, através do VROL (Visa Resolve Online), como parte do advento do VCR (Visa Claims Resolution).

Os emissores, adquirentes e processadores precisarão atualizar seus sistemas de maneira significativa, face a natureza dos impactos sistêmicos e operacionais do VCR.

Como atender às novas demandas da Visa?

A tecnologia é a maior aliada nos momentos de mudanças. As Instituições Financeiras têm investido em tecnologias de automação para melhorar a experiência dos seus clientes e aumentar a flexibilidade dos processos e a sua produtividade.

A B2Card, empresa especializada em meios de pagamento, em parceria com a Simply, empresa de tecnologia para o mercado financeiro, trazem uma abordagem diferenciada para endereçar os novos requisitos e as novas tendências dos processos de disputas: O Dispute.

As duas empresas combinaram o conhecimento e experiência do negócio de Meios de Pagamento com Tecnologias de ponta, de forma a trazer ganhos reais nos processos de resolução de disputas através da automação.

Plataforma Dispute: Automação dos processos nos backoffices de intercâmbio

Desenhada para elevar o nível de qualidade dos backoffices de intercâmbio a níveis jamais atingidos, a plataforma Dispute promete estreitar a comunicação entre os  parceiros da B2card e as bandeiras, destacando-se, por exemplo, por contemplar a utilização dos recursos do RTSI (Real Time System Interface) para comunicar-se ao VROL (Visa Resolve On-line) e as novas regras de negócio propostas pela Visa através do advento do VCR (Visa Claims Resolution).

Caracterizada pela automatização de processos, a plataforma Dispute elimina a necessidade de intervenções manuais em diversas fases do processo de contestação, realizando de forma eletrônica, tarefas como: Alocação de recursos para tratamento de controvérsias; identificação, validação e tratamento de documentos; Integração com sistemas de administração de cartões; Aplicações das bandeiras e sistemas legados, entre outros.

Além dos benefícios incorporados pela automatização de processos, a centralização das contestações em uma única ferramenta possibilita ao Dispute contemplar diversos mecanismos de auxílio à gestão. Estes, por sua vez, são capazes de demonstrar detalhadamente o panorama geral das etapas internas do processo de disputa, permitindo analisar os resultados individuais e coletivos, através do monitoramento de cada processo existente no backoffice de intercâmbio.

Percebeu como a tecnologia é capaz de revolucionar os processos dos backoffices de intercâmbio? Gostaria de conhecer mais sobre esta solução? Confira as funcionalidades no site da B2Card.

 

 

atomics-beta

Cadastre-se

RECEBA AS NOVIDADES SOBRE TECNOLOGIA E MERCADO BANCÁRIO