A importância dos bancos ao longo da história é clara para todas as pessoas, especialmente a partir do século XX. O trabalho dessas instituições ajudou a moldar a economia ao redor do mundo e afeta a forma como as pessoas lidam com o dinheiro no seu dia a dia. Porém, com o aumento da tecnologia e a chegada da internet, os bancos tradicionais, ou bancos de varejo, tem perdido espaço para as instituições financeiras digitais, ou FinTechs.

Existem inúmeros fatores envolvidos nessa mudança. Evolução do mercado consumidor, maior praticidade, problemas de relacionamento entre clientes e bancos tradicionais, etc. Porém, ainda é possível que os bancos de varejo se mantenham competitivos diante desses novos concorrentes.

Pensando nisso, trouxemos aqui 4 pontos que podem ser trabalhados para manter um banco tradicional à frente da concorrência digital. Confira:

1. Gerar confiança no cliente

Há um senso comum de que essas instituições do mercado financeiro não são totalmente transparentes com relação a seus serviços, produtos e preços, ou que não estão interessados em fornecer o melhor serviço. E independentemente de sua atuação, esse é um paradigma difícil de quebrar.

O primeiro passo para melhorar o relacionamento com seu público é melhorar a qualidade do seu serviço e entregar a melhor experiência ao cliente. Não somente guardar com segurança o dinheiro, mas sim, oferecer outros serviços que complementam os demais e conhecer as características dos novos clientes.

Se o seu cliente busca aplicações financeiras com maior rentabilidade, mostre as que forem mais vantajosas para ele. Se precisa de atendimento, torne-o rápido e eficiente para evitar novas visitas. E, acima de tudo, não ofereça informações tendenciosas sobre produtos e serviços.

2. Ampliar o contato com o público

Um dos pontos que colocaram os bancos de varejo em desvantagem, a princípio, é a capacidade dos bancos digitais de recolher informações sobre seus clientes. Pela internet, é possível reunir uma quantidade gigantesca de dados, desde perfil geográfico até preferências externas. Considerando que os bancos atendem uma porção considerável da população, você pode notar os subgrupos dentro do seu público.

Como um banco de varejo, a melhor maneira de dobrar essa desvantagem é passar a conhecer melhor seus clientes. Saber a quantidade de empréstimos realizados diariamente é necessário para seu negócio, mas entender o principal motivo dos empréstimos pode mostrar ótimas oportunidades para melhorar o serviço prestado ao seu cliente.

A nossa sugestão para os bancos de varejo são as tecnologias que permitem o controle da operação, através de dashboards completos, e tecnologias específicas de big data.

3. Oferecer atendimento personalizado e pessoal

Algo que muitos bancos digitais já oferecem é o atendimento personalizado. Com aplicativos e páginas online, os consumidores podem escolher que serviços aproveitar da forma que mais lhes agrada. Se quiserem ou não receber notícias sobre novos produtos, podem escolher. Em muitos aspectos, a qualidade do atendimento é o principal fator para a preferência por um banco ou outro.

Se você pretende se manter páreo para os bancos digitais, eliminar ao máximo a burocracia do seu atendimento é fundamental. Tempo de espera e informações incorretas, por exemplo, podem facilmente levar à evasão de clientes.

4. Ter um Onboarding Digital

A tecnologia é um desafio para os bancos tradicionais. Paradigmas precisam ser quebrados para que novas tecnologias entrem, automatizem os processos e revolucionem a experiência dos clientes.

Se seu banco ainda não automatizou seus processos, conheça a abordagem de Onboarding Digital Simply, com foco em tratar de forma digital todo processo, de ponta a ponta, desde a adesão (entrada) do cliente até a formalização e aprovação da proposta dentro da instituição.

Agora você sabe como os bancos de varejo podem se manter fortes diante do novo mercado digital. Quer continuar acompanhando nossos melhores conteúdos? Então assine nossa newsletter e receba nossas novidades em primeira mão.

atomics-beta

Cadastre-se

RECEBA AS NOVIDADES SOBRE TECNOLOGIA E MERCADO BANCÁRIO