A utilização da nuvem é uma tendência cada vez mais forte, inclusive no mundo corporativo. Apesar disso, dúvidas sobre cloud computing ainda são muito comuns, especialmente quando se fala em segurança. O mito é que cloud computing é uma opção menos segura, mas a verdade é exatamente o oposto: com planejamento e uso correto, essa é uma escolha mais segura e melhor do que as comumente utilizadas.

Confira, a seguir, quatro razões para confiar na segurança em cloud computing e veja por que fazer essa escolha!

Por que confiar na segurança em cloud computing?

Muitas pessoas acreditam que utilizar cloud computing é, na verdade, criar uma ameaça constante, especialmente em ambientes corporativos. A verdade, entretanto, é que essa escolha pode ser tão ou mais segura do que utilizar softwares internos, por exemplo. Por isso, entre as razões para confiar na segurança em cloud computing estão:

Ameaças são detectadas rapidamente

Se um sistema de cloud computing sofrer uma tentativa de ataque e invasão, é muito mais provável que essa ameaça seja detectada e neutralizada de maneira praticamente imediata.

A Microsoft Azure, por exemplo, possui um gerenciamento de ameaças para proteger contra ameaças online. O Azure oferece o Microsoft Antimalware para serviços de nuvem e máquinas virtuais. A empresa também emprega detecção de intrusão, prevenção de ataques DDoS (ataque de negação de serviço distribuído), testes de penetração regulares e ferramentas de análises de dados e aprendizado de máquina para ajudar a atenuar as ameaças contra a plataforma Azure.

Diferentes níveis de segurança

Além disso, utilizar cloud computing é utilizar diferentes níveis de segurança. Especialmente quando se trata de ambientes corporativos, os fornecedores desse tipo de solução se preocupam em garantir a efetiva proteção por meio da implantação de diversas camadas de segurança.

atomics-beta

Criptografia de comunicações e processos de operação. Para os dados em trânsito, o Azure usa protocolos de transporte padrão da indústria entre os dispositivos do usuário e os datacenters da Microsoft, bem como dentro dos próprios datacenters. Para dados em repouso, o Azure oferece uma ampla gama de recursos de criptografia até AES-256, oferecendo a você a flexibilidade de escolher a solução que melhor atende às suas necessidades.

Proteção de redes. O Azure fornece a infraestrutura necessária para conectar máquinas virtuais com segurança umas às outras e para conectar datacenters locais às VMs do Azure. O Azure bloqueia tráfego não autorizado para datacenters da Microsoft ou dentro deles, usando diversas tecnologias. A Rede Virtual do Azure estende-se à sua rede local para a nuvem por meio de VPN site a site.

Melhorias e atualizações constantes

A computação na nuvem também está sempre passando por atualizações constantes, oferecendo melhorias cada vez mais relevantes. Essas melhorias surgem em forma, por exemplo, de novas criptografias e níveis de segurança. Com isso, existe uma dificuldade muito maior para que invasores saibam como quebrar essas tecnologias.

O melhor desse fator, entretanto, é que essas atualizações e melhorias acontecem de maneira automática. Então, assim que elas surgem e são implantadas a sua utilização se torna automaticamente mais segura sem que você precise fazer algo para isso.

O Azure, por exemplo, cumpre uma ampla gama de normas de conformidade internacionais e específicas da indústria, como ISO 27001, HIPAA, FedRAMP, SOC 1 e SOC 2, bem como normas específicas de certos países como o IRAP da Austrália, o G-Cloud do Reino Unido e o MTCS de Cingapura. Auditorias independentes rigorosas, tais como as realizadas pelo British Standards Institute, confirmam a adesão do Azure aos rígidos controles de segurança exigidos por tais normas.

Possibilidade de hierarquizar o acesso

O cloud computing também permite uma hierarquização de acesso, ou seja, uma definição de níveis que podem ser acessados por cada pessoa. Com isso, evita-se o risco de que informações importantes caiam nas mãos erradas ou que sejam utilizadas de maneira incorreta. Com documentos físicos, e mesmo dentro de um software privado, isso nem sempre é possível, o que funciona como um motivo para confiar em cloud computing.

Por que escolher cloud computing?

Entre os benefícios do cloud computing, há também o fato de que ele também é importante para garantir a máxima disponibilidade de informações. Não ficando restrita a uma só plataforma, a gestão pode ser feita de múltiplos locais e, ainda assim, garantir a relevância dos resultados.

Além disso, utilizar cloud computing é mais barato porque diminui custos operacionais e permite escalabilidade das operações. O resultado? Há mais produtividade e eficiência, o que agrega valor aos serviços oferecidos.

Escolher cloud computing não é escolher uma opção insegura e, sim, fazer uma escolha que possui muito mais segurança se utilizada da maneira certa. Além de segura, esse tipo de computação também traz redução de custos, maior disponibilidade e melhora na eficiência em geral.

Ainda tem dúvidas dos motivos que permitem que você confie em cloud computing? Assine a nossa newsletter para receber atualizações sobre tudo o que você precisa saber sobre o uso de tecnologia em seu negócio.

atomics-beta

Cadastre-se

RECEBA AS NOVIDADES SOBRE TECNOLOGIA E MERCADO BANCÁRIO